segunda-feira, 17 de agosto de 2009

drenagem linfatica







Técnica usada para drenar e limpar macromoléculas e resíduos celulares que devido ao seu tamanho não entram no sistema venoso acabando muitas das vezes por ficarem no organismo devido a má drenagem linfática do organismo.
Como facilmente se depreende, a acumulação destes resíduos acabam por irem criar problemas de vária ordem quer a nível muscular quer articular o que se reflectirá em todo o corpo e no bem estar geral.
A drenagem linfática manual faz uso de movimentos suaves e cadenciados por forma a relaxar o corpo e por forma a abrir os capilares linfáticos e introduzir neles as macromoléculas e os resíduos celulares.
Como é sabido, são estas macromoléculas e estes resíduos celulares os responsáveis pela acumulação de água e de gordura criando e ajudando a criar pernas cansadas, cansaço, celulite, problemas musculares e articulares bem como muitos outros problemas.
A drenagem linfática manual activa os gânglios linfáticos e o seu trabalho combatendo assim infecções e estimulando as defesas imunitárias fazendo assim quer a prevenção de infecções quer o seu combate.
Hoje em dia está muito em voga as botas de drenagem linfática as quais pouca ou nenhuma drenagem linfática fazem. A drenagem que elas fazem é a drenagem venosa e não a linfática pelo que os resultados desaparecem ao fim de horas ou poucos dias.
As macromoléculas e os resíduos celulares não passam nos capilares arteriais ou venosos mas apenas nos linfáticos onde o seu lúmen é maior e onde a sua função é a de retirar e digerir tudo aquilo que ultrapassa determinadas dimensões e que poderia criar problemas se entrasse na circulação sanguinea.

Nenhum comentário:

Postar um comentário